NOSSO SHOW EM 1 MINUTO
upe fest

Whindersson Nunes receberá título de Cidadão do Amazonas

Por Rodrigo Sousa em 26/08/2021 às 13:11:54
Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Whindersson Nunes receberá título de cidadão do Amazonas, a ideia foi aprovada pela Assembleia Legislativa do Amazonas nesta quarta-feira (25). Os deputados ainda irão realizar uma sessão especial para conceder o título oficialmente.

O projeto foi criado pelo deputado estadual Cabo Maciel (PL) após os esforços do humorista para transportar oxigênio para Manaus no pico da segunda onda de covid-19 no estado.

O político não estava na votação mas a proposta foi subscrita pelos deputados Adjuto Afonso (PDT), Roberto Cidade (PV), João Luiz (Republicanos), Tony Medeiros (PSD) e Belarmino Lins (PP). Maciel também sugeriu a ideia para outras duas celebridades: Gusttavo Lima e Tirulipa.

Maciel também sugeriu a ideia para outras duas celebridades: Gusttavo Lima e Tirulipa. O motivo seria mesmo que o de Whindersson, os esforços feitos para que chegasse oxigênio ao Amazonas durante o surto de covid-19.

O deputado estadual Fausto Júnior (MDB) também relembrou as doações feitas por Paulo Gustavo, que faleceu vítima da covid-19 em maio. "Nada mais justo cumprimentarmos os autores do projeto, homenagear o artista que se solidarizou com as vítimas da covid em nosso estado", disse.

A DOAÇÃO
Whindersson Nunes enviou os cilindros de oxigênio para os amazonenses em 19 de janeiro. "Embarque de 217 cilindros feito hoje às 6h30, chegam hoje às 10h30 em Manaus. Já acordei suave", escreveu o humorista em suas redes sociais.

Na ocasião, os pacientes com covid-19 estavam perdendo a vida para a doença pela falta de insumos nos hospitais, incluindo cilindros de oxigênio. Para solucionar o problema, a Força Aérea Brasileira enviou os pacientes para outros estados além de trazer para o Amazonas o oxigênio recebido.

Ao final de janeiro, o Amazonas registrava mais de dois mil casos de covid-19 por dia. Além da alta de internações, foram 612 internados na capital e no interior. Na época, o estado declarou fazer roxa para conter a transmissão do vírus. Foram 174 mortes pela doença no dia 14 de janeiro deste ano.

Fonte: anamaria.uol.com.br

Comunicar erro

Comentários

Programa arrasou