NOSSO SHOW EM 1 MINUTO
upe fest

Racismo estrutural: Talitha Morete pede a convidada negra para servir no 'É De Casa' e gera discussões

Após repercussão nas redes, a apresentadora chegou a pedir desculpas sobre o assunto

Por Anna Lívia em 14/06/2022 às 16:32:17
Foto Reprodução Internet

Foto Reprodução Internet

A apresentadora Talitha Morete, que está à frente do programa 'É De Casa', na TV Globo, levantou discussão sobre racismo nas redes sociais. Um vídeo da última edição da atração televisiva repercutiu ao mostrar Talitha pedindo a uma mulher negra, Silene, para servir cocadas ao vivo. Nesta terça-feira (14), a apresentadora se manifestou sobre o caso.

"Silene, a dona da cocada, vai fazer as honras da casa. Pode oferecer, por favor, que tá todo mundo querendo a sua cocada, tá Silene?", diz Talitha nas imagens. A história da doceira havia sido contada no início do programa.

Silene foi levada ao 'É De Casa' pela própria apresentadora, que a conheceu enquanto fazia as unhas em um salão de beleza. Sucesso no local onde vende, ela foi convidada para reproduzir a receita na telinha.

A cena em questão foi mostrada já quase no fim do programa, quando Talitha pega a bandeja com as cocadas enquanto todos estavam sentados e pede para que Silene sirva os convidados.

Manoel Soares, o único apresentador negro do programa, chega a levantar da mesa para retirar a bandeja das mãos de Silene. "Vamos fazer o seguinte? Eu vou ser o seu garçom e você vai me orientar para quem eu vou servir, porque você não vai servir ninguém", disse.

https://twitter.com/revista_raca/status/1536325602977976320?s=20&t=yWVYKdb44C2zNdrApn5RYw

A situação não demorou para alcançar os perfis no Twitter, com os internautas levantando discussão intensa sobre o racismo estrutural. Nesse caso, apontam, Talitha terceirizou a função no programa, pedindo para que a mulher negra servisse os demais brancos.


DESCULPAS

No início da tarde desta terça-feira (14), Talitha usou as o perfil dela no Twitter para se posicionar sobre o caso. Pedindo desculpas pelas ações, ela chegou a dizer que se encontra em um "compromisso de vigília antirracista".

"Como ser humano, como comunicadora, quero transformar esse episódio em aprendizado e num compromisso de vigília antirracista constante. É isso que posso e devo fazer", escreveu.

Fonte: https://diariodonordeste.verdesmares.com.br/

Comunicar erro
Copa Champions Rios

Comentários

 Family Clinic