NOSSO SHOW EM 1 MINUTO
upe fest

Novo informe atualiza cen├írio da s├şndrome para Doença de Haff em 2022

Por Portal Nosso Show em 05/01/2023 às 09:38:50
Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

A Fundação de Vigil├óncia em Saúde do Amazonas – Dr┬¬ Rosemary Costa Pinto, órgão vinculado à Secretaria de Estado da Saúde, emite informe epidemiológico, atualizando, nesta quarta-feira (04/01), o cen├írio de rabdomiólise para Doença de Haff no Amazonas em 2022. O documento deixa de ser semanal, passando a ser divulgado diante de sazonalidade da doença e est├í disponível em: www.fvs.am.gov.br.

No Amazonas, dos 129 casos notificados, 103 são compatíveis com doença de Haff, correspondendo a pessoas residentes em Itacoatiara (67), Manaus (16), Careiro da V├írzea (4), Parintins (4), Manacapuru (4), Itapiranga (2), Borba (2), Urucurituba (2), Boa Vista do Ramos (1) e Tabatinga (1). Não h├í casos internados compatíveis com a doença.

A FVS-RCP esclarece que a equipe do Centro de Informações Estratégicas em Vigil├óncia em Saúde (CIEVS) no Amazonas realizou rastreio, em parceria com as equipes de Vigil├óncia Epidemiológica municipais, sobre a identificação dos casos que atendem à definição de caso suspeito de rabdomiólise compatível com a Doença de Haff, resultando no quantitativo de 103 casos compatíveis.

Serviço de Saúde

A FVS-RCP destaca que toda a rede de saúde, incluindo unidades privadas e públicas, da capital e interior, est├í orientada para realizar atendimento de casos suspeitos de rabdomiólise.

Sobre a rabdomiólise

A rabdomiólise é uma síndrome que pode ocorrer em função de agravos diversos, como traumatismos, atividades físicas excessivas e infecções, ou ainda devido ao consumo de ├ílcool e outras drogas.

Quando associada ao consumo de peixes com toxinas, a síndrome é denominada doença de Haff. Os sinais e sintomas mais frequentes, entre os casos compatíveis, são: mialgia, mal-estar, n├íuseas, fraqueza muscular, dor abdominal, vômito e urina escura.

Comunicar erro
GOVERNO DO AMAZONAS

Comentários

 Family Clinic
GOVERNO DO AMAZONAS VACINA