NOSSO SHOW EM 1 MINUTO
upe fest

Whindersson explica por que vai se despedir dos palcos

Por Pedro Ferreira em 21/12/2021 às 12:28:37
Fotos - Divulgação

Fotos - Divulgação

Whindersson Nunes anunciou, ontem, dia 20 de dezembro, que vai deixar os palcos por tempo indeterminado. O humorista alegou que o show no Rio de Janeiro "foi uma reunião pra decidir sobre o futuro da minha vida" e quer tirar um tempo para si mesmo. O piauiense fez o anúncio por meio de suas redes sociais e esclareceu a decisão após repercussão.

Após a repercussão da notícia, Whindersson se explicou no Instagram. Ele afirmou que ainda não parou, pois fará uma última turnê antes de deixar os palcos. Whindersson afirmou que pretende ir fazer shows ano que vem nos Estados Unidos, Europa e Ásia. No Brasil, seus próximos shows já serão dá nova turnê, que se chamará "Isso Não É um Culto".

A partir do meio do ano que vem, o humorista disse que vai parar para quer viver o que não viveu. "Viver uma adolescência, com responsabilidade, porque eu praticamente não tive adolescência. Até os 20 anos fui criança, e depois dali eu tô na pegada, trabalhando desde sempre", declarou.

JÁ HAVIA REFLETIDO SOBRE APOSENTADORIA

Whindersson compareceu a Farofa da Gkay, e muita gente ficou surpresa. Com isso, no dia 8 de dezembro, o humorista fez um desabafo em suas redes afirmando que também merece se divertir e mencionou a aposentadoria. Ele também aproveitou para agradecer a amiga Gkay pela Farofa, afirmando que se divertiu muito.

"Ontem todo mundo que me encontrava dizia "você em festa????? Que isso", e a cada pessoa que dizia isso eu pensava "carai, eu realmente mereço curtir". São quase 10 anos dizendo não a toda festa, todo aniversário, todo batizado, nos últimos 2 anos até TV eu parei, pra ficar menos nas emoções que coisas como ir na TV me causam e focar nos meus trabalhos, eu sou padrinho de quase 100 crianças e não vi a metade delas. Eu penso que muita gente deve me achar até insensível, mas é que o meu acreditar onde eu iria chegar foi sempre mais forte que eu e eu não sei explicar", começou Whindersson.

"Você pode achar que é o alinhamento de Saturno com Urano ou sei o quê. Sair me demanda muita energia física mesmo, ontem eu tirei TANTA foto, e sempre alguém supondo "é foda, né, você não consegue curtir", curto sim, não me incomodo com o que eu pedi pra Deus, quando eu orava eu pedia 3 coisas: que gente mais velho me chamasse de senhor, que homem duas vez maior do que eu se tremesse perto de mim e que Ele fechasse meu corpo", porque eu não quero sair de perto de ninguém por causa de energia ruim, porque Jesus disse que quem precisa de remédio são os doentes; Só queria q a minha energia fosse tão, mas tão maior do que aonde encostar em mim a pessoa se questione "quem é esse cara?"", continuou.

"Toda pessoa que chega, me conta um momento em que eu fui uma virada na vida dela, isso me diz q eu tenho que ter cada dia mais paciência, que as pessoas têm um dia difícil, pra ou ota [sic] está tem um inconveniente mas eu só ando com a tropinha do WN, a tropa resolve, esquece. Talvez eu trabalhe mais uns 2 anos e pare, e com certeza eu vou fazer alguma coisa bem foda pra voltar porque eu me conheça, botar vocês pra falar "ah pronto agora mais essa coisa foda!"", desabafou o humorista.

"Eu me diverti muito aqui @gessicakayane , fui muito bem recebido e muito bem tratado por todos, tava tudo lindo parecia uma premiação do Multishow, a todos que eu conheci de perto, que eu só via pela net, muito massa estar com vocês! Se eu não comprometei alguém pode ser por dois motivos, primeiro porque eu sou MUITO ruim de vista (de verdade, eu já cansei de cumprimentar pessoas e perceber que não era quem eu enxerguei só depois) ou porque eu sou tímido kkkkkkk acredite você ou não! Obrigado, Gkay e parabéns, tudo muito lindo!!!!", finalizou Whindersson.

Whindersson Nunes revelou vários momentos de sua vida em seu novo livro "Vivendo Como um Guerreiro". No primeiro capítulo, intitulado "Meu filho, João", o humorista falou sobre a morte de seu filho João Miguel, e afirmou que foi um momento que dura até hoje. João Miguel morreu dois dias após nascer prematuro de 22 semanas, fruto do relacionamento do piauiense com sua ex-noiva, Maria Lima Deggan.

"Pegamos João no colo, sem vida. Foi o momento que eu mais chorei em toda a minha vida, e esse momento dura até hoje. A Maria, também. Entre as incredulidades do que estava acontecendo, escrevi com fé no twitter: Deixai vir a mim os pequeninos, porque deles é o Reino do Céus. E nada mais havia para ser dito. Havia muito para ser sentido. A dor de voltar para casa. A dor do desabamento de um sonho. A dor do adeus. A dor de voltar sem a criança e sem a barriga, depois de meses de esperança" disse Whindersson.

O humorista disse que o filho foi cremado e confessou que durante o processo estava crente de que tudo daria certo. "Tudo foi inédito. Nada disso havia acontecido, nem havia sido imaginado. Uma dor muito grande. Antes de ser pai, eu conheci a dor de perder um filho. Um pedaço de mim. Um alguém igual a mim. Confesso que sempre me mantive muito crente de que tudo ia dar certo", alegou Whindersson.

Na biografia, ele ainda falou de outros assuntos inéditos como seu casamento com Luísa Sonza e as dificuldades que teve após o término. O humorista contou que já usava drogas antes de conhecer Luísa e confessou que no dia em que se conheceram ele estava totalmente "virado de droga".

No último capítulo do livro, Whindersson fala que também teve um abismo após o término, cogitando até a internação, mas tratou de enfatizar que a cantora não teve nenhuma culpa de seu vício.

Fonte: O Fuxico

Comunicar erro

Comentários

Programa arrasou