NOSSO SHOW EM 1 MINUTO
upe fest

Luiz Castro lembra do caso Flávio em presença do Arthur Neto

Por Lucas Botelho em 16/09/2022 às 11:59:20
Divulgação

Divulgação

Os candidatos ao Senado Arthur Neto (PSDB) e Luiz Castro (PDT) trocaram acusações durante o debate de A CRÍTICA. Ao ser interpelado por Arthur sobre suspeitas de corrupção quando foi secretário da Seduc, Luiz Castro lembrou a morte do engenheiro Flávio Rodrigues. Alejandro e Paola Valeiko, enteados de Arthur, chegaram a ser presos na investigação.


A mãe de Valeiko, ex-primeira dama de Manaus, Elisabeth Valeiko reagiu ao comentário de Castro o chamando de "bandido". Valeiko acompanha o candidato na platéia do debate de A CRÍTICA.


"Candidato Arthur, eu toquei no seu calcanhar de Aquiles de conhecimento de toda a população do Amazonas. Em relação ao caso Dantas, a minha defesa já foi aceita pelo Tribunal de Contas, o próprio Dantas nunca me acusou. Tive a hombridade de sair do governo para me defender fora do poder. Mas em relação ao caso Rafael Alejandro, o senhor não teve essa atitude", acusou Castro sob gritos de Valeiko lhe chamando de bandido.


Castro reagiu ao protesto de Valeiko afirmando que não "está acusando o filho da primeira dama de ser culpado". Alejandro Valeiko foi impronunciado pela Justiça. A Justiça entendeu que Valeiko não teve relação na morte do engenheiro Flávio Rodrigues.


Arthur Neto solicitou direito de resposta que foi acatado. O ex-senador se defendeu das acusações dizendo que a Justiça não acatou o argumento de que a máquina da Prefeitura foi usada no episódio.


"Isso é uma das coisas mais indignas que já vi na minha vida porque a Justiça foi muita clara, ele impronunciou o meu enteado. Dizer que estava usando máquina da prefeitura, não. O segurança passa para o outro no outro dia, o carro. "Foi esse o método que a Casa Militar encontrou para nós", respondeu.


Fonte: Acrítica

Comunicar erro
Copa Champions Rios

Comentários

 Family Clinic