NOSSO SHOW EM 1 MINUTO
COPA CIDADE DE MANAUS 2024

Lula manifesta apoio a padre Julio Lancelloti

Por Will Oliveira em 05/01/2024 às 14:06:26
Foto: Divulgação Agência Brasil

Foto: Divulgação Agência Brasil

O presidente Luiz In√°cio Lula da Silva publicou uma mensagem em rede social, nesta quinta-feira (4), em apoio ao padre Julio Lancelloti. Vereadores de São Paulo buscam investig√°-lo em uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Câmara Municipal.

H√° anos, o religioso desenvolve um reconhecido trabalho de cuidado com pessoas em situação de rua na Cracolândia, nome popular dado a uma região no centro da capital paulista ocupada por usu√°rios e dependentes químicos. Sem citar a possível CPI, o presidente postou uma foto e destacou o trabalho do padre.

"Graças a Deus a gente tem figuras como o Padre Julio Lancelloti, na capital de São Paulo, que h√° muitos e muitos anos dedica a sua vida para tentar dar um pouco de dignidade, respeito e cidadania às pessoas em situação de rua. Que dedica sua vida a seguir o exemplo de Jesus. Seu trabalho e da Diocese de São Paulo são essenciais para dar algum amparo a quem mais precisa", escreveu Lula. Junto à postagem, uma foto dos dois abraçados.

CPI

O requerimento para a criação da CPI "com a finalidade de investigar as Organizações Não Governamentais que fornecem alimentos, utensílios para uso de substâncias ilícitas e tratamento aos grupos de usu√°rios que frequentam a região da Cracolândia", como é descrito no documento, j√° colheu as assinaturas necess√°rias e foi protocolado na Câmara no dia 6 de dezembro do ano passado.

No entanto, isso não significa que a comissão ser√° imediatamente instalada: h√° uma fila de proposições de outras CPIs na Câmara e o requerimento ainda precisaria ser aprovado em plen√°rio, o que só deve ocorrer em fevereiro, com a volta dos trabalhos após o recesso legislativo.

O autor da proposta é o vereador Rubinho Nunes (União Brasil), um dos cofundadores do Movimento Brasil Livre (MBL). Ele colocou como foco principal da CPI justamente a atuação de Lancellotti. Também ser√° alvo dessa CPI o movimento A Craco Resiste.

Em suas redes sociais, Nunes escreveu que Lancellotti e "muitos outros lucram politicamente com o caos instaurado na Cracolândia". "A CPI que estou instaurando na Câmara Municipal de São Paulo vai investigar toda essa m√°fia da miséria que se perpetua no poder através de ONGs esquerdistas", afirmou.

Em nota, o padre Julio Lancellotti escreveu que as CPIs são legítimas, mas afirmou que não pertence a nenhuma organização da sociedade civil ou organização não governamental que utilize conv√™nio com o Poder Público Municipal. "A atividade da Pastoral de Rua é uma ação pastoral da Arquidiocese de São Paulo que, por sua vez, não se encontra vinculada, de nenhuma forma, às atividades que constituem o requerimento aprovado para criação da CPI em questão", acrescentou.

J√° o movimento A Craco Resiste, por sua vez, informou que não é uma ONG. "Somos um projeto de militância para resistir contra a opressão junto com as pessoas desprotegidas socialmente da região da Cracolândia. Atuamos na frente da redução de danos, com os vínculos criados com as atividades culturais e de lazer. E denunciamos a política de trucul√™ncia e insegurança promovida pela prefeitura e pelo governo do estado", disse, em nota.

Edição: Marcelo Brandão

Fonte: Agência Brasil

Comunicar erro
GOVERNO DO AMAZONAS

Coment√°rios

ANUNCIE AQUI