NOSSO SHOW EM 1 MINUTO
upe fest

Delegação argentina falsificou declarações sanitárias de jogadores

Por Rodrigo Sousa em 06/09/2021 às 10:18:51
Foto: Reprodução/intenert

Foto: Reprodução/intenert

O documento oficial da Anvisa sobre a confusão do jogo entre Brasil e Argentina mostra que um membro da delegação argentina, Fernando Ariel Batista, falsificou informações de quatro jogadores argentinos. Eles tinham passado pelo Reino Unido, o que exigiria cumprimento de quarentena no Brasil, mas não há essa informação nas declarações sanitárias preenchidas por Batista.

Neste domingo (5), agentes da Polícia Federal e da Anvisa entraram no campo da Neo Química Arena, em São Paulo, para retirar os quatro jogadores que descumpriram a quarentena contra a disseminação do coronavírus: Emiliano Martínez, Buendía, Cristian Romero e Giovani Lo Celso.

A investigação começou com o que a agência classifica de rumor. Diz a agência que o "rumor" foi comunicado à Coordenação de Vigilância Epidemiológica de Portos, Aeroportos e Fronteiras na sexta-feira (3). Dá conta que quatro atletas, cujo nomes não eram identificados, entraram no Brasil sem cumprir as restrições sanitárias.

Confirmado o rumor, a agência aponta o nome do responsável pela falsificação. "Informamos ainda que todas as declarações foram preenchidas por uma única pessoa - Senhor Fernando Ariel Batista - Associação de Futebol Argentina – AFA".

Foto: Reprodução/g1.globo.com

Fonte: g1.globo.com

Comunicar erro

Comentários

Programa arrasou